• (11) 3280-2683 (3280-ANTE)
  • cursos@antebellum.com.br
  • _
    Image 1

O Desabafo de um Currículo


Sou conhecido por CEVÊ, todos me chamam assim, mas meu nome é CURRÍCULO. Alguns baby-boomers ainda me chamam de CURRICULUM. Hoje todo mundo me conhece. Eu sou honesto. Por isso nunca exagero nas mentiras (rs). Vamos começar leve.

Meu dono capricha em cuidar de mim e eu tenho muitas qualidades: sou proativo, aceito novos desafios, falo Inglês, tenho pós graduação, MBA e soluções adequadas para reorganizar sua empresa .Infelizmente, apesar de todas as qualificações e condições, meu dono está desempregado. Chego a conclusão que exageros não impressionam, incomodam. Mas fazer o que? Meu dono quer assim. Cabeça dura. Ele diz que é o mercado. Eu acho que não. Falta foco para ele que associado a ansiedade não leva a lugar algum Mas ele é bom mesmo, hein.

A verdade é que eu acho que meu dono é um puxa-saco meu e exagera nos superlativos que não impressionam mais ninguém. Aí está um erro dele. Não querer que seja simples, objetivo. Veja só: ele me coloca em cada fria: disse eu falo Inglês e Espanhol fluente. Mentira. Apenas quebro o galho. Eu só quero ver se em uma entrevista resolverem falar com ele em Inglês ou Espanhol, vou cair da mesa para o chão morrendo de vergonha.

Agora vou contar o que acontece desde a hora que nasci pelas mãos de meu dono.Depois de muito pensar, falar com amigos, visitar sites, um mês depois eu venho ao mundo. Aí ele mostra para os amigos que colocam um montão de defeitos em mim. Aí ele resolve refazer. E lá vai mais alguns dias. Sinto que ele está inseguro, afinal está desempregado. Finalmente estou pronto. Cheio de enfeites parecendo uma árvore de Natal. Sinto que isto não vai dar certo. Mas CEVÊ não fala.

No início sou enviado por e-mail e chego as mãos de alguém que estou apaixonado e quero casar. O nome dela é VAGA. Mas ela “se acha”. O que tem de amigos meus atrás dela é uma loucura. Já vi uma delas, uma americanazinha do Texas se achando, de uma empresa startup no Brasil, ou seja, nem sabendo onde estava. Porém, havia mais de 200 candidatos para casamento. Afinal ele era rica lá nos IUESEI… Mas o pai dela, o HEAD-HUNTER brasileiro vaidoso e cheio de dedos, não dá a mão da filha para qualquer um, não. O cara é duro. Escolhe, escolhe e no fim ficam três candidatos. Aí irá depender da lábia. Meu dono terá que provar que eu somente falei a verdade e demonstrar isto com eficácia. Não deu certo, claro.

Então meu dono depois de ter me enviado para várias VAGAS e nenhuma gostar de mim, ele resolve me panfletar. O que é isto? Eu acabo sendo mandado a torto e a direito por aí. Esse processo de me enviar me rotula como mercadoria sem valor, e não como alguém produtivo, capaz, merecedor e experiente. Qual VAGA irá querer conversar comigo?

Outra coisa que acontece. Meu dono diz ter muitos “amigos” no networking. E então em vez de me panfletar, resolveu me encaminhar a eles mas não certifica-se também de que as pessoas que dizem querer ajuda-lo de fato estão ajudando. Eu já vi meu dono ligando para alguns “amigos do peito”, irmão camarada, segundo ele. Para mim, como um pobre currículo não tenho a intenção de dar conselho a ninguém, porém é tudo é hipocrisia da sociedade. Prefiro ser papel. Se você está bem, tem assim de gente em volta de você. Falou desempregado, o pessoal atravessa a rua porque acha que você vai pedir emprego. E muitas vezes nem é isto. Você que apenas jogar conversa fora. A turma do vôlei da quarta-feira à noite já não te convida mais. Porque você teve que vender o carro. E todos moram “longe”, tipo no máximo 10 quilômetros. Como te apanhar?

Mas enfim lá vai meu dono encontrar o tal amigo

Sabe Ronaldo, como falamos estarei enviando agora por e-mail meu currículo” – disse meu dono batendo a mão no ombro do cara.

“ Fica frio que se não houver vaga na empresa eu procuro com fornecedores. Temos muitos. Em todo o Brasil” – responde o” amigo de fé irmão camarada” com os olhos brilhantes demonstrando puro entusiasmo barato e falso.

Eu, de qualquer forma, começo a me assanhar todo:” opa, é hoje que arrumo uma VAGA nem que ela não seja tão bonita”. O e-mail é enviado. Lá do outro lado apareço na tela do Notebook do “amigo de fé irmão camarada” do Ronaldo. Ele nem me olha na tela e replica para o RH com um texto mais ou menos assim:

“DE: Ronaldo-Gerência Financeira PARA: Patrícia –RH.

Prezada Pá, dá uma olhada neste currículo de “uma pessoa conhecida minha”.

Puxa, mas não é o ” amigo de fé irmão camarada”? Meu dono agora virou pessoa “conhecida” apenas. Ah, entendi. O cara não quer se responsabilizar.

Um colega não é um amigo. Colega é aquela pessoa que, durante algum tempo, parece um amigo. Muitas vezes, até parece o melhor amigo. Max Gheringer completa “mas isso só dura até um dos dois mudar de emprego”.

Amigo é aquela pessoa que liga para perguntar se você está precisando de alguma coisa. Ex-colega que parecia amigo é aquela pessoa que você liga para pedir alguma coisa, e ela manda dizer que no momento não pode atender. Durante sua carreira, uma pessoa normal terá a impressão de que fez um milhão de amigos.

Bem, continuando , e sabe o que aconteceu? A “Pá”, ou melhor Patrícia, me colocou numa pastinha do Outlook com o nome Currículos. Quando caí lá dentro fiquei sufocado. Tinham pelos uns quinhentos colegas alguns já de idade. Um deles me disse “estou aqui há três anos, prefiro morrer, ou melhor, ser deletado” – disse ele chateado.

Para me consolar, seu eu pudesse falar, eu diria para meu dono para ele se alegrar. É brincadeira , hein! Senão ele fica bravo e triste. Vale a pena estar desempregado e enumero porque:

É desestressante: Você nunca mais terá que enfrentar aquele trânsito insuportável. Afinal, além de não ter mais carro, não vai precisar nem sair de casa!

É ecológico: Você finalmente terá tempo e calma para apreciar a natureza… Os pássaros, o verde… detalhes que você nunca teve o privilégio de contemplar!

É antissocializante: Finalmente aquele monte de amigos chatos e vizinhos oportunistas vão desaparecer da sua vida e deixar você passando fome sozinho!

É familiar: Você terá muito mais tempo livre para ficar com os seus filhos/irmãos, escutar as broncas da sua mulher/mãe e assim desfrutar o convívio de uma família feliz!

É cultural: Você poderá enriquecer a sua cultura indo até a livraria mais próxima para passar o dia lendo livros, ouvindo CDs, mas sem comprar nada, claro!

Bem. Brincadeira. E deixa eu ir que meu dono já está dando uma retocada aqui em mim, me maquiando como galã de TV Globo. Vou agora pegar a estrada da Internet e tentar me encontrar com uma VAGA estrangeira.

Pela descrição no anúncio ela é linda, fala Inglês e Português e irá com meu dono fazer um estágio em Nova York para ele aprender Inglês. E olha: eu já fui visto pelo Presidente da empresa que disse para meu dono” gostei de seu currículo”. Eu fiquei todo vermelho…mas contente pelo esforço de meu dono. Porém o Presidente da empresa disse que o CEVÊ não pode ser em Português. Que discriminação! Daqui para frente vou ter que entender Inglês. Pois é. Mas é assim, hoje no mundo globalizado o Inglês é imprescindível. Acho que desta vez eu me caso. Me desejem sorte. Ou melhor para meu querido dono

Tchau gente!


Conheça nossos Cursos

Nossos Clientes

A Antebellum mantem um relacionamento de qualidade e confiança com grandes clientes em todo o Brasil.